Lô Pimentinha

Lô Pimentinha
Devaneios de uma mulher, filha, amiga e advogada piperácea, cujos frutos são bagas picantes. Pensamentos habitualmente utilizados como tempero do cotidiano.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Espírito de Natal


Para muitos o Natal é uma época em que um misericordioso clima invade o coração. As crianças esperam o bom velhinho. Algumas choram ao sentar em seu colo, mas todas sorriem ao receber seus presentes. Pessoas fazem as pazes, casais à beira do término passam a festejar.


Alguns se empenham em ações solidárias, colegas de trabalho confraternizam.


A cidade fica mais bonita, mais iluminada. Enfeites decoram jardins, sacadas, portas.


Como num passe de mágica grandes males se dissipam em meio a árvores com luzes intermitentes.


Tudo parece perfeito nessa época, se não fossem equipes de reportagem nos mostrando que a realidade é outra. Que não estamos plenamente em clima de “ho-ho-ho”.


Presentes de Natal são roubados em creche da Zona Leste de SP”


Essa foi a primeira notícia que vi hoje. Fiquei completamente sem chão ao ler que alguns não se importam em NADA com os outros.


Não temos nem como justificar dizendo que estão tirando dos ricos para dar aos pobres, a la Robin Hood.


Pela reportagem, é a 4ª vez que a creche, no bairro do Cangaíba, é roubada e desta vez foram levados os presentes de Natal das crianças de 1 a 3 anos, além dos panetones e R$ 800,00.


Existe alguma explicação, fora a de falta de vergonha na cara desses ladrões? Por óbvio que não.


Pessoas inescrupulosas são assim os 365 dias do ano. Apenas sabem olhar para os seus próprios umbigos.


Mas pensando bem, aqueles que só fazem o bem entre 24 e 25 de dezembro merecem consideração especial? Por que esperar esses dias específicos para aprender a perdoar, para ajudar quem precisa, para dançar, festejar, para se emocionar com a beleza da cidade e ser feliz?


Temos mesmo que nos restringir à época de homenagem ao nascimento do menino Jesus?

Não sou uma católica fervorosa. Na realidade sou um misto de várias crenças, mas uma coisa eu sei: um dos ensinamentos é pra amar Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.


Ele especificou datas? “Façam isso apenas no mês de dezembro, senão o mundo fica muito bonzinho!”


Eu faço uma proposta. Já que os sinos, os pisca-piscas e as músicas natalinas amolecem corações, sugiro que façam o possível para estender esses “efeitos colaterais” por, pelo menos, mais um ano. Até o Natal que vem, que tal família unida, perdão eliminando desavenças, doações periódicas, telefonemas mais freqüentes para aqueles que estão longe, um tempinho a mais para os filhos, uma atenção a mais para os pais, um olhar mais atento para os animais... Vamos tentar?



"Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens." (Autor desconhecido)

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

E no Monte Olimpo do Brasil...

Segundo a mitologia grega, Prometeu e Epimeteu tinham a missão de criar todos homens e animais na Terra.

Aos animais foram dados dons variados, como coragem, sagacidade, asas, carapaças... Porém ao homem, criado do barro não restou nenhum dom. Prometeu, então, roubou o fogo dos deuses e o deu ao homem.

Zeus, sedento por vingança, enviou a primeira mulher à humanidade: Pandora. Ela possuía grandes atributos, mas em seu coração havia traição e mentira.

Epimeteu casou-se com ela, apesar dos avisos de Prometeu, para que não recebesse nenhum presente dos deuses.

Pandora não resistiu à curiosidade e abriu a caixa que Epimeteu já possuía – presente também recebido dos deuses - contendo todos os males. Tentou, mais que depressa, fechá-la, mas somente conservou um único bem: a esperança. E dali em diante, foram os homens afligidos por todos os males.

No Monte Olimpo tupiniquim, o povo brasileiro representa Prometeu e Epimeteu, que à sua maneira, tentam formar seus cidadãos.

Há quem diga que o fogo dos deuses pode ser interpretado como a vontade humana por conhecimento e por ele buscam os chamados elitistas: mais saber, experiência, conscientização.

O “povo Prometeu”, ao conquistar cada vez mais informações, afrontou a grande divindade do país.

Lula, o grande Zeus do Brasil, tempestuoso, sentado em seu trono e com um raio na mão, ameaçando extirpar qualquer um que se atreva a cruzar seu caminho, trás à tona sua criação: A presidenciável Dilma.

Candidata apresentada ao Brasil como personificação da vingança de Zeus foi recebida e eleita pelo “povo Epimeteu”, apesar dos avisos incessantes do “povo Prometeu”.

Já que ela foi a escolhida, esperamos que o mal que já nos assola, pelo menos, não prossiga.

Desejamos que os males guardados pelo “povo Epimeteu” não se espalhem nem nos contaminem cada vez mais.

Sinceramente, desejamos que a esperança permaneça em nossa caixa, fermentando, tomando força, corroendo aos poucos os males, fazendo com que eles diminuam ou desapareçam para, quiçá viver uma história digna de ser considerada um mito.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Coincidência ou sincronicidade?




A imagem acima é fruto de uma mera coincidência?


Espero que sim!




"A coincidência com frequência gera desconfiança." Daísa Alves

Será?

Ontem assisti Tropa de Elite 2 e pasmem, eu chorei no final do fime. Mas não foi um choro de comoção. Foi um choro de angústia, por me sentir incompetente, de mãos atadas...

Será que algum dia vou me orgulhar da nossa política, da nossa segurança, da nossa saúde? Ou será que terei q trabalhar incessantemente para suprir, de forma “particular”, tudo isso que o Estado não tem proporcionado de forma correta?

Será que algum dia vamos exterminar a corrupção? Será que algum dia vamos conseguir extirpar o mal-caratismo presente nos órgãos públicos?

Ontem fiquei mal por isso... por achar que talvez esse dia nunca chegue.

A maioria que me conhece, sabe: sou amante dos animais. E isso começa a me preocupar cada vez mais. Começo a achar que tem algo de errado quando me importo muito, mas muito mais mesmo, com os animais do que com os humanos.

Será que algum dia vou conseguir voltar a dar valor às pessoas?

Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito. William Shakespeare

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Bolinha de papel, brigas e afins

Importa realmente saber se foi uma bobina ou uma bolinha de papel que atingiu o candidato Serra em sua carreata no Rio de Janeiro?

Na minha opinião, o que importa é recriminar essa atitude de quadrilheiros, arruaceiros...

Como todos os dias, temos a divulgação da agenda dos presidenciáveis na mídia e para mim está claro que esse bando já estava preparado para a visita do candidato Serra.

Toda a confusão foi iniciada pelo Sr. José Ribamar de Lima, diretor do Sint-Saúde e pelo candidato frustrado Sandro Mata Mosquito (PT). Carregavam cartazes feitos a mão e que chamavam Serra de "pior ministro da Saúde". Eles gritavam, acusando o tucano de ser o responsável pela epidemia de dengue em 2002.

Sim, meus Senhores!! Serra, quando Ministro, passou em todas as casas do estado do Rio de Janeiro, espalhando larvas do mosquito.

Exatamente! E vocês, pessoas com o mínimo de inteligência, achando que a dengue se alastrou por causa do povo brasileiro que insiste em não mudar suas atitudes, tais como não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras...

É meus amigos... como nos enganamos! Tudo culpa do Serra!


Ahhhhhhhhhh façam-me o favor, né??


"Nada há de mais perigoso que um amigo ignorante. Mais vale um sábio inimigo" (Jean De La Fontaine)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Desabafo

Eu fico me perguntando constantemente: Por que discutem tanto essa história de aborto? Quem é a favor, quem fez, quem não fez...?

Isso mostra mais uma vez como as pessoas não tem mais NADA pra se preocupar.

Uma pessoa que tem fama de seqüestradora, assaltante, terrorista, assassina e que é fantoche de quem abraça Mahmoud Ahmadinejad, na minha opinião, pode dizer o quanto quiser que é contra o aborto. Pode assinar quantas cartas quiser para religiosos. Uma pessoa como essa não merece respeito algum, pois em nenhum momento respeitou a vida humana. Seja ela de uma criança ou de um adulto.

O que mais ouço é: mas ela fez tudo isso durante a ditadura, enquanto o Serra se escondeu.

Clap, clap, clap! Palmas aos que fazem apologia à violência então!!! É preferível matar, roubar do que fugir?

Domingo mesmo ouvi uma pessoa dizendo: “Por mim poderia voltar a Ditadura. Eles nunca fizeram nada comigo porque sempre andei na linha”.

Quem não queria a Ditadura tinha que andar na linha e esperar as coisas se resolverem ou lutar, em busca da tal liberdade e democracia. Lutar contra as pessoas certas. Entendido?

Militantes querem justificar atos terroristas da “digníssima” candidata... Perda de tempo!! Ela foi torturada? Ficou revoltadinha? Pois fizeram pouco!!!

Um partido e militantes medíocres que desejam justificar práticas absurdas não merecem nem o MÍNIMO de respeito.

Pois eu deveria ser uma assassina em potencial.

Tiraram a vida do meu avô com um tiro na cabeça, num assalto à nossa casa no litoral sul de SP. Desintegraram a nossa família. Eu deveria, então, atirar na cabeça de todos aqueles que passassem pela minha frente? Implantando o caos eu conseguiria algo?

Não.

Me restrinjo a palavras e ao esforço de que essas palavras toquem cada vez mais pessoas. Quero que os olhos se abram. Que a memória não seja curta. Que os argumentos sejam bem direcionados.

Vou fazer um comentário agora, mas sei que receberei inúmeras críticas: sabe qual é o povo que pensa que ela é o melhor para o nosso país?

Aquele que recebia cesta básica, auxílio gás e bolsa escola. Aquele povo que era praticamente obrigado a comer, mas que com o nosso “nobre” Presidente e sua incrível crítica de que isso era prender eleitor pelo estômago, mudou de nome e de formato.

O povo que quer eleger a Dilma é aquele que acha que agora, com R$ 100,00 tem mais liberdade de escolha. Aquele que ao invés de comer, agora pode comprar um litro de pinga.

Encerro por hoje antes que eu perca de vez a linha.

A inteligência é a insolência educada.” (Aristóteles)

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

A verdade dói

Recebi este texto por e-mail e a autoria foi atribuída ao Arnaldo Jabor.
Não consegui confirmar a informação, mas como concordei em gênero, número e grau com o exposto, independente de quem é o autor, merece destaque aqui.

Apreciem.

Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida; Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza; Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade... Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária.

É coisa de gente otária. -Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.-Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.

Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai. Brasileiro tem um sério problema.

Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo. -Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira. Brasileiro é vagabundo por excelência.

O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.

O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.

Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo. Brasileiro é um povo honesto.

Mentira. - Já foi; hoje é uma qualidade em baixa. - Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso. Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.

O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça. 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira. - Já foi. Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da Guerra do Paraguai ali se instalaram. Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime. Hoje a realidade é diferente.

Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal. Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas. Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.

O Brasil é um pais democrático. Mentira. Num país democrático a vontade da maioria é Lei. A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.

Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia. Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.

Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).

Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.

Democracia isso? Pense !O famoso jeitinho brasileiro.Na minha opinião um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira. Brasileiro se acha malandro, muito esperto.

Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar. No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto...malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí? Afinal somos penta campeões do mundo né? Grande coisa... O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950.

Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos. Dessa vergonha eles se safaram... Brasil, o país do futuro!? Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo. Deus é brasileiro. Puxa, essa eu não vou nem comentar...O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.

Para finalizar tiro minha conclusão: O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente. Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta. Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão.Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Mente ocisosa


Hoje decidi ler com atenção uma notícia publicada pelo Sr. Fernando Rodrigues, no site UOL, intitulada “Panfleto pró-TFP circula em reunião de cúpula tucana”.

Realmente fiquei surpresa com o tal panfleto distribuído na “reunião tucana”. Que absurdo, não?

Pois diante da minha indignação, passei a procurar mais notícias no meu querido Google. Eis que, encontrei em vários sites o mesmo texto!! Isso mesmo! Os sites que mencionam o panfleto são cópias do que foi publicado pelo Fernando Rodrigues.

Sabe o que me causa estranheza?! Este trecho no Blog do Fernando:

O blog estava dentro da sala do centro de convenções Brasil 21 na qual se realizou o encontro tucano. Por volta das 16h10, antes de a imprensa ser admitida no recinto, uma mulher com adesivo de Serra colado no peito distribuiu o bilhete. “Pega e passa”, dizia.

Era do tamanho de um papel A4 dividido ao meio. Mais tarde, um pequeno maço com esses panfletos foi deixado ao lado do local onde era servido café –e a imprensa teve livre acesso. (...)Segundo as assessorias do PSDB nacional e do candidato José Serra, a confecção do panfleto não tem relação com o partido nem com a campanha tucana. Ainda assim, o papel ficou à disposição de quem tivesse interesse em pegar. Os panfletos só foram retirados um pouco depois de o Blog ter perguntado à cúpula tucana a respeito do assunto.

O blog chegou, inclusive, a publicar a foto do papel com as instruções para divulgação do PNDH-3 e a sua relação com a campanha da Dilma (foto acima).

Eu acredito (frase preferida da Dilma), que o pessoal da internet deve estar ocupado demais ou com falta de criatividade.

Vejam bem: A imprensa foi ao evento no Centro de Convenções Brasil 21. Todos tiveram acesso ao maço deixado na mesa do café. Apenas uma foto divulgada e que não prova exatamente o local onde foi tirada. TODOS os sites que mencionam o panfleto apenas copiaram o escrito pelo Fernando Rodrigues.

O que aconteceu? Falta de criatividade ou de informação? Ninguém, além do Fernando Rodrigues, foi ao evento? A imprensa toda era apenas o Blog desse jornalista? Ninguém mais teve a BRILHANTE idéia de tirar mais fotos? Ou Melhor, já que o panfleto ficou “à disposição para quem tivesse interesse”, ninguém ficou com uma cópia?!!?

Senhores... por favor!!! Poupem-me de radicalismo!!

Querem realmente fazer as pessoas acreditarem que o TFP, Sociedade Brasileira de Defesa de Tradição, Família e Propriedade, fez, mal e porcamente, um panfleto em meia folha de sulfite, sem assinar e ainda colocou uma mulher para distribuir?

Essa estória é bem atraente para quem não tem o mínimo de discernimento!! Apenas radicalistas sem conteúdo acreditam que a distribuição de um papelzinho apócrifo seria a base de uma campanha de 2º turno do PSDB.

Meus queridos! Imploro que procurem o que fazer! Como diz um ditado: “Mente vazia, oficina do diabo”. Essas cabecinhas ocas estão sendo completamente tomadas pelas idéias diabólicas do PT!


“Uma vida ociosa é uma morte antecipada.Johann Wolfgang Von Goethe

Seguem alguns links para averiguação:

Sites clones:

http://www.fup.org.br/noticias.php?id=4447

http://www.diap.org.br/index.php/noticias/agencia-diap/14646-eleicoes-2010-panfleto-pro-tfp-circula-em-reuniao-de-cupula-tucana

http://mariafro.com.br/wordpress/?p=20034

http://www.institutojoaogoulart.org.br/noticia.php?id=2104&back=1

http://jornale.com.br/portal/politica/141-04-politica/8421-panfleto-pro-tfp-circula-em-reuniao-de-cupula-tucana.html

Sites que não mencionam, nem de longe, o inacreditável panfleto.

http://blog.tribunadonorte.com.br/abelhinha/tucano-e-democrata-lotam-o-brasil-21/58109

http://www.blogalvarodias.com/2010/10/comando-tucano-define-estrategias-para-segundo-turno/

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia182/2010/10/06/noticia_eleicoes2010,i=216701/DEPOIS+DOS+PETISTAS+ALIADOS+DO+PSDB+SE+REUNEM+PARA+DEFINIR+ESTRATEGIAS.shtml


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eleições 2010 - O que dizem por aí

Abaixo segue um email que recebi hoje. Salvo algumas exceções, o texto reflete muito o meu ponto de vista e minha indignação em relação aos candidatos mais votados, à estratégia de campanha e acontecimentos vergonhosos vinculados ao Partido dos Trabalhadores.

“Olá a todos,


Peço, com o desespero que um inocente condenado à morte pede ao carrasco para que não o mate, que gastem dez minutos de seu tempo para lerem este e-mail. Estou certo de que terá efeito em vossa opinião, seja ela qual for.


Quem me conhece deve estranhar este e-mail pois detesto política. Mas não pude deixar de escrever estas linhas após saber que os candidatos mais votados do Brasil, excluindo s candidatos à Presidência, foram o Tiririca e o Antony Garotinho.


Estou apavorado pois estou vendo que quem está, até o momento, decidindo o futuro político de nosso país, não são as pessoas que lêem os jornais, mas as que se limpam com eles.

Todos os ingredientes para uma catástrofe estão se aglutinando.


Eu votei na Marina, pois ela tem, talvez, uma abordagem diferente para levar o país em direção a um futuro equilibrado. Mas votei com reservas porque não é muito difícil se ter um discurso bonito, politicamente correto e moderno quando não se tem nada para mostrar, permitindo às pessoas a relação simples entre o que se fez e o que se fala. A Marina não tem grandes feitos, grandes ações e quando tentou fazer alguma coisa, foi defenestrada do governo Lula e se desligou do PT. Mas a Marina era o vento verde, fresco, puro de esperança que soprou nestas eleições.


Agora temos a Dilma com enormes chances de ser eleita.


Mas quem é a Dilma? Não se sabe muito. O que se sabe é que ela teve uma infância abastada e uma juventude violenta: sequestros, assaltos à bancos, tem suposta participação no planejamento do assassinato do Cap. Charles ( nunca foi provado ), e etc. e etc. .( AH!!! Estávamos em plena ditadura. ) Quando perguntada sobre sua experiência ou sobre o que fez, ela cita as coisas que o Lula fez. Quando perguntada sobre o que fará, ela responde "o que o Lula fez".

O que se pode dizer sobre uma pessoa que afirma algo em um dia e, dois dias depois, após ver que o que disse começava a prejudicar sua candidatura, se contradiz afirmando que nunca havia dito o que vídeos provam que disse( regulamentação do aborto )? E o mais engraçado é que o que ela havia dito antes é o mais sensato a fazer. O que se pode pensar de uma pessoa que diz não ter estado com outra pessoa quando esta outra pessoa afirma perante todos que esteve com ela e tem uma agenda para provar e as fitas das câmeras de segurança da Casa Civil, que poderiam elucidar o caso, desaparecem há menos de um mês do ocorrido quando se sabe que essas fitas são guardadas por, em média, seis meses( caso Sarney )?

Se me pedissem para definir a Dilma, eu dira que ela é como um lago frio, profundo e escuro que, por ser escuro, reflete o "céu", e, por ser escuro, profundo e refletir o "céu", não se consegue ver os seres que o habitam nem as correntezas que o agitam e formam o seu leito abaixo da superfície. Imagine-se nadando em um lago assim. Pois o Brasil está com os dois pés na margem deste lago, frio escuro e profundo, povoado por monstros desconhecidos, pronto para dar o mergulho.


Mas e o Serra, quem é? Em uma visão objetiva, ele não é melhor do que a Marina. Mas ele também não é pior do que a Dilma. Dele não se pode dizer que é desonesto ou corrupto; ( o PT tentou mas não conseguiu ); dele não se pode dizer que é incompetente ( foi prefeito e governador da maior cidade do Brasil com votações esmagadoras, e mantém o PSDB em SP há quase vinte anos, o que prova que os paulisias estão satisfeitos, e foi um bom ministro da saúde com projetos que se tornaram referência mundial. Como senador, desconheço seus feitos ). Dele não se pode dizer que foi um assaltante, seqüestrador ou guerrilheiro ( preferiu o exílio a pegar em armas ); Dele não se pode dizer que troca de opinião em função de benefício próprio ou de grupos ( vide a quebra do monopólio da patente dos remédios que permitiu a fabricação dos genéricos e a diminuição do custo do coquetel de remédios para o tratamento da Aids de +/- R$ 1.700,00 para +/- R$ 300,00 ). Dele se pode dizer muitas coisas, boas e uins. Se pode dizer por que ele fez, não foi um outro.


Mas em uma visão mais objetiva ainda, o PV, partido da Marina apoiou o PSDB, e vice-versa, em muitos estados ( Gabeira no Rio por exemplo ). Por este motivo é mais provável que a Marina apoie o Serra. Se isso acontecer, poderemos ter as boas ideias da Marina rejuvenescendo o governo do Serra pois em troca do apoio ela terá papel fundamental na formação ministerial. Se ela se bandear para o PT, novamente, o que eu não acredito, nada nos garante que, quando as ideias dela se chocarem com o projeto de poder do PT, ela não seja novamente defenestrada.

Anexei a este e-mail um arquivo Power Point que foi gerado certamente com o intuito de incentivar o voto na Marina. De certo funcionou, mas não o suficiente para elegê-la. Nem por isso deixa de ter valor: ele é uma descontrução ou a destruição dos pilares que mantêm a popularidade do governo Lula e o grande número de votos que têm a Dilma.


Expus aqui a minha agonia com a esperança de sensibilizar o maior número possível de pessoas e tentar convencê-las da existência de outros "lagos". Mais rasos, claros, quentes e tranquilos para se mergulhar. Se vocês acharem que outras pessoas podem ser sensibilizadas, por favor, repasse este e-mail.


A quem sensibilizei, agradeço do fundo de minha alma. A quem aborreci, peço o perdão.


Cordialmente,

Leonardo
Vilela”

domingo, 26 de setembro de 2010

ADIN de última hora


Nesta última sexta-feira, os advogados do PT ajuizaram uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) no Supremo Tribunal Federal. O Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores tenta derrubar a exigência estabelecida pelo artigo 91-A da Lei 9.504/97. Defende-se, principalmente, a tese de que a obrigatoriedade da apresentação do título de eleitor juntamente com o documento com foto é “cerceamento legal ao direito político do cidadão”.

O partido busca a declaração de inconstitucionalidade da exigência de porte obrigatório do título eleitoral no momento da votação, ao menos para o eleitor já civilmente identificado por meio documento oficial válido com foto.

A nossa “adorável” presidenciável Dilma Rousseff disse recentemente: “O PT considera que seria uma forma de cercear o voto. Ainda mais nos últimos dias quando a gente vê filas imensas indo pegar 2ª via do título.”

Típica desculpa de brasileiro, não Dona Dilma? Daqueles que deixaram tudo pra última hora! Sim, porque a lei foi sancionada setembro de 2009!!! E por quem? Pelo nosso “nobre” Presidente petista, Lula!

Francamente, não houve tempo suficiente para que todos regularizassem sua situação? Se não bastasse, foram feitos plantões aos finais de semana nos cartórios eleitorais. Sem falar no prazo dilatado para tal regularização.

Mas sejamos sinceros. Se o PT realmente está interessado em defender os direitos políticos dos cidadãos, será que não agiu muito tarde? Uma ADIN de última hora, provocando decisões “a toque de caixa”, é uma preocupação com os eleitores ou ato de desespero?? Exatamente, pois intenção de voto não quer dizer voto efetivo. De nada adianta responder pesquisas e engrossar os números em relação à Dilma se na prática esse povo não conseguir nem sequer votar.

Para mim, está escancarada a tentativa absurda de criar um ambiente mais favorável para a população menos instruída e extremamente acomodada.



"Oh, legislador! Não me dê leis para o povo, mas sim povo para as leis." (Pitágoras)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Brasil (desen)cantado

O vídeo abaixo é um "clip" montado para a música de Zé Ramalho, que fala sobre a forma que "nobre" Presidente rege o nosso país.


video

Reflitam... Ainda dá tempo de mudar...
Pode ser que não adiante. Só o tempo dirá. Mas para isso, há a necessidade de se renovar.


"O otimismo é uma escolha intelectual." (Diana Schneider)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Esperança

Não acredito na resposta que mais ouço ultimamente:
"Já perdi as esperanças! O Brasil não vai mudar."

Sabem por que eu escrevo? Porque eu tenho esperanças! Porque ainda acredito
que devemos exigir ética, honestidade e uma boa política.

Com certeza não é votando no cadidato-palhaço que conseguiremos algo. "Voto Protesto"? BALELA!!! Protesto é uma uma maneira pública de manifestar suas opiniões para que sejam ouvidas em uma tentativa de influenciar a opinião de outras pessoas ou a política do governo. É uma forma de tentar que as mudanças desejadas sejam realizadas.

Sinceramente, alguém acha que colocar um humorista de carreira decadente, que será sustentado com um gordo
salário, fará algo mudar? Votar num cidadão que não sabe absolutamente nada sobre o cargo que exercerá, vai influenciar os governantes? Algum deles não será corrompido porque o Tiririca fará parte da Câmara dos Deputados?

Pior do que esse candidato é essa idéia RIDÍCULA de protesto. Isso tem outro nome! Preguiça de pesquisar o passado dos candidatos!

Ou melhor, não é preguiça! É falta de vergonha na cara! Fácil reclamar e não fazer nada pra que isso aconteça sob a desculpa da falta de esperança!

Quem vocês pensam que enganam?? Só vão enganar a vocês mesmos com essa conversinha mole!

Achei que fosse verdade essa história de que brasileiro não desiste nunca! E no fundo ainda acho... Está aí o motivo dos meus "artigos"...

Desejo que a minha esperança seja faísca e incendeie esse Brasil... Desejo que minha esperança se alastre a tempo e tome conta de todos aqueles que, lá no fundo, ainda acreditam que merecemos mais!!





"A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade." (Cardeal Suenens)

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Mágicas, truques e afins...

Quem não gosta de assistir um bom show de mágica?

Quem não admira um ilusionista fazendo truques que confundem e surpreendem, geralmente dando a impressão de que algo impossível aconteceu?

Jogo rápido de mãos, sopros e palavras encantadas que causam confusão dos sentidos e provocam uma distorção da percepção.

Um coelho na cartola, uma pomba no bolso, uma carta na manga e todo o clima do espetáculo favorece o profissional no palco.

Agora me pergunto: Por que o Mágico Serra não é aplaudido nesta apresentação?

Querem fazer o Brasil acreditar de que ele e muitas outras pessoas já sabiam de muitas bombas que estouraram e que apenas guardaram essa carta na manga para uma guinada eleitoral.

Sim, pois cartas na manga se usam em shows de mágica ou em jogos de carteado, quando se está perdendo, utilizando-se de meio ardiloso para reverter a situação.

Então querem fazer o Brasil acreditar que se não houvesse essa "vitória antecipada", nada disso teria vindo à tona neste momento?

Estariamos sendo poupados de tamanho desgosto temporariamente?

Ações premeditadas ou não, vantagem política conseguida ou não, para mim, pouco importa.

Importa é que não desejo mais assistir um "show repetido".

Espero não notar a presteza dos dedos de nenhum mágico afanando meus bolsos.

Não quero mais nenhum espetáculo colossal onde o erário some num piscar de olhos.

Desejo que os governantes não hajam como ilusionistas, nos fazendo crer que possuem poderes sobrenaturais, principalmente os de apagar a memória dos eleitores.

"A corrupção dos governantes quase sempre começa com a corrupção dos seus princípios." (Barão de Montesquieu)

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

CALEM-SE TODOS!

Informo que estou elaborando projeto de lei que proíba a todos de mencionar qualquer delito, escândalo ou suspeita que tenha ocorrido há mais de 3 meses. Quero que tal projeto seja conhecido como: "Calem-se todos".

Por óbvio esse projeto sofrerá emendas. Tenho certeza de que será agregado o seguinte: qualquer delito, escândalo ou suspeita relacionada ao PT, ocorridos a QUALQUER tempo.

Claro! Devemos fechar nossas bocas e não mencionar absolutamente nada que faça alusão às roubalheiras, falta de respeito e outras atrocidades cometidas pelo PT. Principalmente em período eleitoral.

Sim. Quebra de sigilo ocorrida em 2009 é mera notícia para desestabilizar partido que já se considera vencedor. Acusações sobre tráfico de influências na Casa Civil é mera notícia para colocar em dúvida a idoneidade dos discípulos de Lula.

Nunca mais ousem falar de mensalão! Já passou muito tempo!

Absurdo, mas é isso que querem me fazer engolir. Uma série de disparates revoltantes.

Se levantar essas questões polêmicas sobre o PT é oportunismo, como qualificarão a minha vontade de não extirpar um partido político, mas sim a língua do nosso “nobre” Presidente?

Neste momento, parafraseando Reihold Niebuhr, peço a Deus (ou a quem você entender ter uma força superior ao Lula): Dai-me serenidade! Já que tenho coragem para tentar mudar a opinião de milhares de brasileiros, mas não consigo, dai-me serenidade para aceitar que essas pessoas enxergam menos que um cavalo com catarata e tapa-olho.


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

"Um muito” sobre ela...

Menina levada, que gosta de subir em árvore, fazer castelo de areia, comer pipoca doce e pintar as pontas dos dedos de vermelho,
que se diverte correndo na chuva... Menina que adora filmes de animação, que tem medo de filmes de terror, que gosta de ganhar doces como presente...

Mulher que batalha, que apesar de cansada, não desiste de alguns ideais, principalmente do plano de ser FELIZ! Mulher que não confunde independência com falta de feminilidade e que continua se emocionando em propagandas de margarina. Mulher que sofre, que se magoa, mas que não deixa de viver um segundo sequer por causa de uma desilusão. Mulher abençoada por amar e ser amada!

Menina-mulher que faz sua própria sorte, que é fiel ao que sente.

Menina-mulher quase normal, que não liga se gostam dela em partes, mas que deseja que a aceitem por inteira.

Menina-mulher que não acha graça em quem não acha graça. Acha chato quem não se contradiz, quem não tem coragem de mudar de opinião.

Menina-mulher que às vezes deseja o mal. É humana. Não é perfeita, não é previsível.

Independentemente de menina ou mulher, faz o que manda o coração, por um único motivo: lá na frente, tudo se explica.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

(IN)Feliz dia da Alfabetização

Alfabetizar

Verbo transitivo direto.

Verbo pronominal.

Ensinar ou aprender a ler e a escrever (com a devida compreensão do significado das palavras e do contexto).

Em época de campanha eleitoral, um dos temas mais abordados é educação.

Hoje não falarei sobre educação - bons modos. Refiro-me à alfabetização.

O que mais ouço e leio é sobre a aprovação automática e alfabetização funcional.

Falam sobre a aprovação automática como se fosse algo novo, recente. Esse modelo, indicado pelo CNE (Conselho Nacional de Educação), é aplicado em diversos estados há cerca de 20 anos! Trata-se de uma Resolução que recomenda que os alunos não sejam reprovados nas 3 primeiras séries do ensino fundamental, como tentativa de evitar a evasão escolar. O CNE entende que o ideal é avaliar as crianças após os 9 anos.

Tal modelo é utilizado em diversos lugares, como EUA, Europa, etc.

A escolas têm liberdade de ministrar aulas extras e trabalho especiais para auxiliar os alunos com maiores dificuldades.

Aí está o problema. Não está em aprovar automaticamente o aluno. A questão é que os professores não têm respaldo. Não possuem meios para colocar esses trabalhos em prática porque muitas vezes estão munidos apenas de giz.

Sobre a alfabetização funcional, me pergunto: "Essas pessoas sabem o que é isso?"

É preciso dizer que a maioria não sabe. Ou se sabe, é pela metade.

Querem um exemplo? Alguém sabe o que é alfabetização funcional de nível 3?

Existem três níveis distintos de alfabetização funcinal:

  • Nível 1, quem apenas consegue ler e compreender títulos de textos e frases curtas;

  • Nível 2, alfabetização básica, aqueles que conseguem ler textos curtos, mas só conseguem extrair informações esparsas no texto e não conseguem tirar uma conclusão a respeito do mesmo;

  • Nível 3, também conhecido como alfabetização plena, concebido àqueles que detêm pleno domínio da leitura, escrita, dos números e das operações matemáticas (das mais básicas às mais complexas).

É definido como analfabeto funcional o individuo maior de quinze anos e que possui escolaridade inferior a quatro anos, mas essa definição não é muito precisa, já que existem analfabetos funcionais com nível superior de escolaridade.

Hoje mesmo foi divulgado o resultado da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), realizada pelo IBGE.

Segundo a conclusão da pesquisa, "a taxa de analfabetismo do Brasil entre pessoas de 15 anos ou mais de idade caiu de 10% para 9,7% entre 2008 e 2009, a quinta queda consecutiva. No entanto, mesmo com a queda, este porcentual ainda representa um volume grande em números absolutos, somando 14,1 milhões de analfabetos no País em 2009, a maioria concentrada entre homens, maiores de 25 anos e localizados na Região Nordeste.”

O instituto também apurou que a taxa de analfabetismo funcional foi duas vezes superior à taxa de analfabetismo, com resultado de 20,3% em 2009

Coincidência ou não, é justamente na Região Nordeste que a Sra. Dilma tem a maioria das intenções de voto.

Não preciso nem dizer que, no Brasil, para votar basta ser brasileiro, ter 16 anos, ter título de eleitor e estar em dia com a Justiça Eleitoral.

Garantir o direito de voto para os que não sabem ler nem escrever baseia-se no argumento de que, na sociedade moderna, o critério da escolha eleitoral se funda na informação, pelos meios de comunicação de massa, independendo de leitura.

Já que não podemos restringir mais o direito ao voto, peço (encarecidamente) melhores investimentos na educação. Peço que as pessoas parem de criticar aprovação automática, pois ela ocorre apenas até os 9 anos e se preocupem com aqueles com mais de 15 anos que ainda não aprenderam a interpretar textos.

Sim, é essencial interpretar textos, não só os escritos, mas os constantemente verbalizados em jornais e inclusive em horário eleitoral, porque infelizmente é assim que grande parte decide em quem votar: Ouvindo o que os outros dizem.

Diante das tantas negações, propagandas enganosas e tamanho descaso do nosso Presidente e de sua possível sucessora, é que me insurjo.

É insuportável ver certas pessoas se aproveitando da falta de instrução de outros para tirar vantagem. É inaceitável ver que, mesmo com fatos tão claros, muitos persistem em sua opinião petista por um simples motivo: não entendem uma palavra do que é exposto.

Já que a alfabetização do país inteiro é um desejo quimérico, me resta esperar que aqueles que usem a palavra sejam pessoas do bem.


Para a concepção crítica, o analfabetismo nem é uma ‘chaga’, nem uma ‘erva daninha’ a ser erradicada (...), mas uma das expressões concretas de uma realidade social injusta.” Paulo Freire





Follow by Email