Lô Pimentinha

Lô Pimentinha
Devaneios de uma mulher, filha, amiga e advogada piperácea, cujos frutos são bagas picantes. Pensamentos habitualmente utilizados como tempero do cotidiano.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Um pai, 70 anos

Ao homem que admiro,

lúcido com suas virtudes.

Ao senhor com olhar de menino,

que luta para iluminar nosso caminho.

Ao homem simples e complexo,

cheio de energia a nos passar.

Ao dono do abraço aconchegante,

e dos gritos penetrantes.

Ao mestre contador de histórias,

que traz no coração tantas memórias.

Ao homem doce e brincalhão e

ao mesmo tempo duro e turrão.

Ao homem sensível e sonhador,

feito um poeta devaneador.

Ao pai, conselheiro, leal companheiro,

Felicidades, agora e sempre.

2 comentários:

Nenel Vieira disse...

Parabéns Lô...

Beijos

Rita disse...

Aproveite cada minutinho ao lado deste querido grande homem! sempre!
Bjs

Follow by Email