Lô Pimentinha

Lô Pimentinha
Devaneios de uma mulher, filha, amiga e advogada piperácea, cujos frutos são bagas picantes. Pensamentos habitualmente utilizados como tempero do cotidiano.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eleições 2010 - O que dizem por aí

Abaixo segue um email que recebi hoje. Salvo algumas exceções, o texto reflete muito o meu ponto de vista e minha indignação em relação aos candidatos mais votados, à estratégia de campanha e acontecimentos vergonhosos vinculados ao Partido dos Trabalhadores.

“Olá a todos,


Peço, com o desespero que um inocente condenado à morte pede ao carrasco para que não o mate, que gastem dez minutos de seu tempo para lerem este e-mail. Estou certo de que terá efeito em vossa opinião, seja ela qual for.


Quem me conhece deve estranhar este e-mail pois detesto política. Mas não pude deixar de escrever estas linhas após saber que os candidatos mais votados do Brasil, excluindo s candidatos à Presidência, foram o Tiririca e o Antony Garotinho.


Estou apavorado pois estou vendo que quem está, até o momento, decidindo o futuro político de nosso país, não são as pessoas que lêem os jornais, mas as que se limpam com eles.

Todos os ingredientes para uma catástrofe estão se aglutinando.


Eu votei na Marina, pois ela tem, talvez, uma abordagem diferente para levar o país em direção a um futuro equilibrado. Mas votei com reservas porque não é muito difícil se ter um discurso bonito, politicamente correto e moderno quando não se tem nada para mostrar, permitindo às pessoas a relação simples entre o que se fez e o que se fala. A Marina não tem grandes feitos, grandes ações e quando tentou fazer alguma coisa, foi defenestrada do governo Lula e se desligou do PT. Mas a Marina era o vento verde, fresco, puro de esperança que soprou nestas eleições.


Agora temos a Dilma com enormes chances de ser eleita.


Mas quem é a Dilma? Não se sabe muito. O que se sabe é que ela teve uma infância abastada e uma juventude violenta: sequestros, assaltos à bancos, tem suposta participação no planejamento do assassinato do Cap. Charles ( nunca foi provado ), e etc. e etc. .( AH!!! Estávamos em plena ditadura. ) Quando perguntada sobre sua experiência ou sobre o que fez, ela cita as coisas que o Lula fez. Quando perguntada sobre o que fará, ela responde "o que o Lula fez".

O que se pode dizer sobre uma pessoa que afirma algo em um dia e, dois dias depois, após ver que o que disse começava a prejudicar sua candidatura, se contradiz afirmando que nunca havia dito o que vídeos provam que disse( regulamentação do aborto )? E o mais engraçado é que o que ela havia dito antes é o mais sensato a fazer. O que se pode pensar de uma pessoa que diz não ter estado com outra pessoa quando esta outra pessoa afirma perante todos que esteve com ela e tem uma agenda para provar e as fitas das câmeras de segurança da Casa Civil, que poderiam elucidar o caso, desaparecem há menos de um mês do ocorrido quando se sabe que essas fitas são guardadas por, em média, seis meses( caso Sarney )?

Se me pedissem para definir a Dilma, eu dira que ela é como um lago frio, profundo e escuro que, por ser escuro, reflete o "céu", e, por ser escuro, profundo e refletir o "céu", não se consegue ver os seres que o habitam nem as correntezas que o agitam e formam o seu leito abaixo da superfície. Imagine-se nadando em um lago assim. Pois o Brasil está com os dois pés na margem deste lago, frio escuro e profundo, povoado por monstros desconhecidos, pronto para dar o mergulho.


Mas e o Serra, quem é? Em uma visão objetiva, ele não é melhor do que a Marina. Mas ele também não é pior do que a Dilma. Dele não se pode dizer que é desonesto ou corrupto; ( o PT tentou mas não conseguiu ); dele não se pode dizer que é incompetente ( foi prefeito e governador da maior cidade do Brasil com votações esmagadoras, e mantém o PSDB em SP há quase vinte anos, o que prova que os paulisias estão satisfeitos, e foi um bom ministro da saúde com projetos que se tornaram referência mundial. Como senador, desconheço seus feitos ). Dele não se pode dizer que foi um assaltante, seqüestrador ou guerrilheiro ( preferiu o exílio a pegar em armas ); Dele não se pode dizer que troca de opinião em função de benefício próprio ou de grupos ( vide a quebra do monopólio da patente dos remédios que permitiu a fabricação dos genéricos e a diminuição do custo do coquetel de remédios para o tratamento da Aids de +/- R$ 1.700,00 para +/- R$ 300,00 ). Dele se pode dizer muitas coisas, boas e uins. Se pode dizer por que ele fez, não foi um outro.


Mas em uma visão mais objetiva ainda, o PV, partido da Marina apoiou o PSDB, e vice-versa, em muitos estados ( Gabeira no Rio por exemplo ). Por este motivo é mais provável que a Marina apoie o Serra. Se isso acontecer, poderemos ter as boas ideias da Marina rejuvenescendo o governo do Serra pois em troca do apoio ela terá papel fundamental na formação ministerial. Se ela se bandear para o PT, novamente, o que eu não acredito, nada nos garante que, quando as ideias dela se chocarem com o projeto de poder do PT, ela não seja novamente defenestrada.

Anexei a este e-mail um arquivo Power Point que foi gerado certamente com o intuito de incentivar o voto na Marina. De certo funcionou, mas não o suficiente para elegê-la. Nem por isso deixa de ter valor: ele é uma descontrução ou a destruição dos pilares que mantêm a popularidade do governo Lula e o grande número de votos que têm a Dilma.


Expus aqui a minha agonia com a esperança de sensibilizar o maior número possível de pessoas e tentar convencê-las da existência de outros "lagos". Mais rasos, claros, quentes e tranquilos para se mergulhar. Se vocês acharem que outras pessoas podem ser sensibilizadas, por favor, repasse este e-mail.


A quem sensibilizei, agradeço do fundo de minha alma. A quem aborreci, peço o perdão.


Cordialmente,

Leonardo
Vilela”

Um comentário:

Blog do Carneiro disse...

Pois é... A cada momento que passa, o vulto sombrio de um governo encabeçado por uma desconhecida paira mais próximo do nosso florão da América.
Todavia, algo me chama à atenção.
A metáfora do lago foi muito bem aplicada, mas vejam, COMO alguém em sã consciência pode colocar na presidência de seu país alguém sobre quem, pura e simplesmente, nada se sabe?
A expressão pessoa pública NUNCA foi tão mal empregada como quando usada para se referir a Dilma Roussef. Público é algo acessível a todos, algo que todos conhecem e podem utilizar.
Muita estranheza me causa o fato de muita gente apoiar alguém que não conhece.
É a mesma coisa de, em um belo dia, aparecer um sujeito à porta da minha casa, com uma procuração nas mãos pedindo para que eu assine aquele documento que transmite plenos poderes a ele para gerir r cuidar da MINHA vida.
Pois bem, povo brasileiro.
Novamente, sou obrigado à bater com força. O Brasil é desinteligente, caolho, tem memória curta e é acomodado a ponto de fazer vista grossa para acusações GRAVÍSSIMAS!!!
Alguém aí já viu a digníssima Dilma se defendendo dessas acusações? Eu não. Alguém aí se preocupou em averiguar a veracidade desses fatos? Não: Pois deveriam!!!
Não é só o meu país que está em jogo, mas o país de todos nós!!!
Se vc quer abraçar a ignorância, dê as mãos a ela e sja feliz, porém, JAMAIS traga problemas aos outros por SEUS atos.
E sinceramente, povo brasileiro, é isso o que vai acontecer. Quem votou na Dilma e nela continuar votando, não resolverá problema nenhum, justo contrário, trará apenas problema para si e pior, para todos os outros que diligentemente se preocuparam em averiguar os candidatos e votaram conscientemente. Mais uma vez, meus pêsames.

Follow by Email