Lô Pimentinha

Lô Pimentinha
Devaneios de uma mulher, filha, amiga e advogada piperácea, cujos frutos são bagas picantes. Pensamentos habitualmente utilizados como tempero do cotidiano.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Esperança

Não acredito na resposta que mais ouço ultimamente:
"Já perdi as esperanças! O Brasil não vai mudar."

Sabem por que eu escrevo? Porque eu tenho esperanças! Porque ainda acredito
que devemos exigir ética, honestidade e uma boa política.

Com certeza não é votando no cadidato-palhaço que conseguiremos algo. "Voto Protesto"? BALELA!!! Protesto é uma uma maneira pública de manifestar suas opiniões para que sejam ouvidas em uma tentativa de influenciar a opinião de outras pessoas ou a política do governo. É uma forma de tentar que as mudanças desejadas sejam realizadas.

Sinceramente, alguém acha que colocar um humorista de carreira decadente, que será sustentado com um gordo
salário, fará algo mudar? Votar num cidadão que não sabe absolutamente nada sobre o cargo que exercerá, vai influenciar os governantes? Algum deles não será corrompido porque o Tiririca fará parte da Câmara dos Deputados?

Pior do que esse candidato é essa idéia RIDÍCULA de protesto. Isso tem outro nome! Preguiça de pesquisar o passado dos candidatos!

Ou melhor, não é preguiça! É falta de vergonha na cara! Fácil reclamar e não fazer nada pra que isso aconteça sob a desculpa da falta de esperança!

Quem vocês pensam que enganam?? Só vão enganar a vocês mesmos com essa conversinha mole!

Achei que fosse verdade essa história de que brasileiro não desiste nunca! E no fundo ainda acho... Está aí o motivo dos meus "artigos"...

Desejo que a minha esperança seja faísca e incendeie esse Brasil... Desejo que minha esperança se alastre a tempo e tome conta de todos aqueles que, lá no fundo, ainda acreditam que merecemos mais!!





"A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade." (Cardeal Suenens)

Um comentário:

Blog do Carneiro disse...

Pois é... Realmente não dá para entender esse tipo de coisa.
É engraçado como as pessoas se pegam em artifícios e argumentos tão profundos quanto um pires para tentar, de maneira pueril, suas falhas, medos, preguiças e afins.
A grande verdade é que o ser humano é carente de ídolos, de exemplos, de reflexos.
Nessa senda, acho que o povo se sente como sendo verdadeiros palhaços, pois tensionam escolher como representante dos próprios interesses um palhaço.
O que me deixa mais intrigado, para não dizer indignado, é o fato de que todos simplesmente se contentam em ser palhaço, e mais, em ser representados por um palhaço!!!
Mudar dói. Mudar é difícil. Requer sacrifícios, requer dedicação, requer ESFORÇO. E isso é custoso demais.
Melhor justificar as próprias fraquezas, preguiça, incapacidade, resignação frente a uma situação adversa, comodismo e conformismo sob um falso alarde de protesto. Mesmo por que, protestar ajuda, mas não resolve, Além de protesto, é necessário atitude e, infelizmente, diante do que vejo, a atitude do povo brasileiro, salvo algumas raríssimas exceções (para meu profundo desgosto e amargura) é uma grande palhaçada.

Follow by Email